Exposição “O fim secreto de todas as coisas”

Relacionando estética e memória, a exposição “O fim secreto de todas as coisas” trata da redenção através da beleza. Por meio de imagens que nos instigam a memória, seja ela de coisas vividas ou por viver, a exposição nos coloca diante da dualidade do lembrar e esquecer, mexendo com tudo o que foi remexido em nós durante a pandemia.


Assim, com apoio visual de gravuras e ilustrações feitas com diferentes técnicas, a exposição rememora o processo do luto a que cada um foi posto, dada suas medidas e proporções, nos conduz por uma busca de sentidos no sombrio.


A exposição conta com obras das artistas Arlette Kalaigian, Corina Ishikura, Denise Homsi, Esther Casanova, Juliana Baumann, Renata Soubhia, Rosana Pagura e Rosana Spagnuolo, que por meio de suas linguagens, representam o realismo, surrealismo e abstração do mundo, além pesquisas de Alexandra Ungern, Amaryllis Norcia, Claudio Souza, Dolly Michailovska, Francisco Aurélio, Heloisa Lodder e Rodrigo Isioka.


Participei da exposição coletiva do Ateliê Alê (@atelie_ale) com cinco ilustrações feitas com monotipia e nanquim sobre papel de seda, guache sobre papel e aquarela sobre papel. O grupo, liderado pelo crítico e curador Paulo Gallina (@paulogallina) realiza estudos de poéticas visuais. As obras, frutos do trabalho desse grupo, ficaram em exposição de 24/09 a 22/10, em São Paulo.



"O fim secreto de todas as coisas é uma exposição que relaciona estética e memória. Se a morte é inescapável à humanidade, o esquecimento não será seu legado. Existem mais formas de se rememorar do que na lembrança [não raro emocional] dos eventos que marcam nossas vidas. As imagens carregam memória, inclusive a memória de um futuro que pode vir a ser, a esperança da superação da mesquinhes de nossa miséria de nossa condição [humana]. Este é o caráter redentor ou sublimador da arte que os antigos [não os gregos da antiguidade, mas os ideólogos da revolução burguesa que inicia o tempo presente em seu estado mais bruto] insinuavam: a redenção através da beleza. "


Clique aqui e leia a apresentação completa feita por Paulo Gallina.







2 visualizações0 comentário