Série

Cotidiano

Nunca reparei tanto no tempo, nas nuvens que se formam no céu, no tempo da chuva, no barulho do vento...

 

Nunca percebi com tanta clareza as sensações do meu corpo.

 

A hora do sono,

 

O efeito do chocolate baixando minha pressão sanguínea…

 

Quanta beleza existe naquilo que acontece todos os dias, repetidamente?

 

Quando desaceleramos e sem vendas, podemos olhar o que nos cerca, as pequenas belezas do cotidiano se descortinam diante dos olhos. E esse novo olhar ativa outros sentidos que nos levam a observar a velocidade das nuvens sem pressa de chegar, o calor do café aquecendo o coração.

Detalhamento peças

1. Diariamente: Aquarela sobre papel - 2020

2. Aqui: Aquarela sobre papel - 2020

3. Ele, sempre: Aquarela sobre papel, 14,7 x 21 cm – 2020